Jantando com amigos



Enquanto isso na casa de Rony


Harry e Gina vêem Rony sair da lareira, extremamente vermelho – o que aconteceu, "cariño"? (sua esposa pergunta, preocupada)


Rony desaba no sofá e puxa o ar com força várias vezes antes de dizer – aposto um galeão como vocês não adivinham quem estava na casa da Mione


Os presentes olham curiosos para o ruivo e antes que eles digam alguma coisa Rony fala – nem vou perder tempo esperando, pois nem em mil anos qualquer um de vocês iria adivinhar. Eu fui ver porque a Mione estava demorando e dei de cara com o Malfoy (ele sustenta o olhar incrédulo dos presentes) e não, eu não estou enganado e muito menos louco! Era o Malfoy, em carne, osso e arrogância


O Malfoy? Mas o que ele estava fazendo lá? – Harry pergunta


Pois foi exatamente isso que eu perguntei (ele faz uma pausa) e ela simplesmente fez que não ouviu, disse que daqui a pouco estaria aqui. Ela vai ter que explicar direitinho, ah vai!


Rony! (Gina fala, exasperada) o que a Mione faz da vida dela não é da sua conta nem da conta de ninguém


Esse é o discurso que Gina usa, mas quem conhece a ruiva sabe que ela também está curiosa. Ela sabe que embora sua amiga e o sonserino se tratem com civilidade nas raras vezes em que se encontram, não existe motivo algum para que Draco Malfoy esteja na casa de Hermione Granger


Sem essa, Gina! (Rony retruca no mesmo tom) A Mione é nossa amiga, não dá pra gente ver esse cara na casa dela e agir como se nada tivesse acontecido. Ela vai ter que dar uma explicação


A ruiva olha para o irmão, mas antes que a discussão se inicie Harry intervém – o Rony não está errado, Gina. É muito estranho o Malfoy lá. E se aconteceu alguma coisa grave?


Gina respira fundo – eu sei gente, mas cabe a ela contar ou não. Vocês conhecem a Mione, se insistirem demais vão acabar brigando


O ruivo olha para a irmã – mas isso não quer dizer que a gente não possa insistir pelo menos um pouco


Antes que Gina responda, um barulho na lareira mostra que Hermione está chegando


Hermione respira fundo e sai da lareira. Ela sabe que no mínimo irá enfrentar um inquérito por parte de seus amigos e ela sabe também que por mais que Gina a defenda perante os dois bruxos, sua amiga irá questioná-la sobre o que o loiro estava fazendo em sua casa na primeira oportunidade


Por mais que ela tente consertar a situação, a morena tem que admitir que a cada dia que passa as coisas se tornam piores. E essa proposta agora! Ela pensa com seus botões, seu lado racional diz que isso não passou de uma brincadeira sem graça do loiro, que ele não pode realmente estar pensando nisso, mas alguma coisa dentro dela afirma que Draco falou sério


Ela olha para os presentes e nota a indagação em seus semblantes enquanto cumprimenta a todos – boa noite, desculpem o atraso. Eu tive que resolver umas coisas


É... (Rony fala ironicamente) eu vi "a coisa" na sua casa. O que aquela doninha estava fazendo lá? (ele pergunta mesmo recebendo um olhar reprovador de sua irmã e sua esposa)


Hermione suspira e olha para o amigo – eu podia te dizer que isso não é da sua conta, sabia? Mas a gente vai começar a discutir e vamos acabar estragando o jantar, então eu só vou dizer uma coisa. Por incrível que possa parecer eu e o Malfoy temos alguns assuntos em comum (antes que alguém pergunte, ela diz) eu não vou falar nada por enquanto, não enquanto no decidir que decisão tomar (ela olha para os dois rapazes) vocês são meus melhores amigos, são as pessoas que eu mais confio, então eu só peço uma coisa, não vamos falar do Malfoy agora, ok. Vamos aproveitar esse momento, afinal tem tanto tempo que a gente não se vê...


Qualquer que seja a reação que eles esperavam de Hermione, definitivamente não era essa. Então eles apenas assentem com a cabeça. Gina, no entanto, olha para a amiga e seu olhar diz exatamente, "você pode ter enrolado meu irmão e meu marido, mas comigo não funciona, você vai me contar mais cedo ou mais tarde"


XXXXX


No caldeirão furado


Draco desistiu de ir pra casa. Ele definitivamente precisa tomar algo pra acreditar que realmente pediu Hermione sabe tudo Granger em casamento. Definitivamente a quimioterapia afetou meu cérebro. Ele pensa de forma irônica


O loiro pede uma dose dupla de firewisky. Tudo que ele quer no momento é não pensar, ele quer esquecer que mesmo que Hermione Granger não aceite o seu pedido o que ele sabe que é o mais provável que aconteça, a sua vida e a dela estarão ligadas da forma mais primitiva e elementar possível


Draco tenta se imaginar como pai. Ele sabe que vai ser uma batalha consigo mesmo e contra tudo que sempre lhe foi ensinado, aceitar e amar esta criança. Mas algo dentro dele diz que ele deve tentar e o modo mais fácil seria convivendo diariamente com seu filho. Mas pra isso Draco precisa que Hermione aceite seu pedido estapafúrdio


Ela não vai aceitar. Ele fala para si mesmo, mas nem de longe se sente desanimado. Ele é um sonserino e como um bom sonserino, Draco tem mais truques embaixo de sua manga do que uma grifinória politicamente correta poderia imaginar e ele está disposto a lutar, independente das armas usadas, ele vai lutar


Um sorriso se forma em seu rosto, Draco já sabe direitinho como começar...


XXXXX


Enquanto isso na casa de Rony


Hermione brinca com a comida. Embora ela adore paella, neste exato momento ela não consegue sequer sentir o cheiro. Péssima hora para ficar enjoada, Hermione. A morena fala com seus botões, a última coisa que ela quer é se indispor com Rony e a esposa e definitivamente sair correndo da mesa para vomitar é uma boa forma de conseguir isso. Se ao menos eles soubessem que eu estou grávida... Mas não, eles não sabem e a cada momento parece mais difícil contar


Você está bem, Hermione? (Pandora pergunta com seu sotaque carregado) Não gosta de paella?


Hermione se esforça em falar – eu gosto, na verdade eu adoro paella. Mas acho que não estou realmente muito bem hoje, com licença...


Ela fala e se levanta se dirigindo ao banheiro tão rápido quando a sua dignidade permite


Os presente se entreolham. Pandora parece visivelmente magoada, tanto que Gina se vê na obrigação de intervir – não se preocupe Pandora, a Mione gosta de paella sim e a sua está realmente ótima, mas ela comentou comigo há alguns dias que não estava muito bem. Eu vou ver como ela está (ela sai antes que acabe falando demais ou que seu marido perceba que ela ficava exatamente deste jeito nas vezes que estava grávida)


Hermione molha o rosto em uma tentativa de se restabelecer. Ela sabe que Pandora provavelmente ficou ofendida e, por consequência, Rony deve ter ficado chateado, mas infelizmente seus enjôos resolvem aparecer nos momentos mais inoportunos. Se eles soubessem que eu estou grávida isso não seria um problema. Ela pensa, mas a sua situação se complica a cada dia. Agora além de ter que contar que vai ter um bebê ainda há o problema do doador não tão anônimo quanto ela gostaria


Ela se pega pensando na proposta do loiro. Casamento... Um casamento por causa de uma criança... Isso nunca foi o que ela sonhou. Hermione tem que admitir que sempre pensou em encontrar alguém, uma pessoa que a compreendesse e a aceitasse como ela é e que conseguisse ver além da bruxa brilhante que era, que conseguisse ver a mulher por trás das montanhas de livros


Tudo bem? – Gina entra e pergunta


Hermione respira fundo – se você chama quase vomitar na mesa, de estar tudo bem, então está... Que droga! A Pandora ficou magoada, o Rony vai ficar chateado


Eu disse a eles que você não vinha se sentindo bem há alguns dias (a ruiva tenta amenizar) o que não deixa de ser verdade, não é Mione? Eu sei como são os enjôos do primeiro trimestre


Eu estava tão bem... (Hermione fala desanimada) Até alguns dias atrás não sabia o que era enjoar. Eles vieram com tudo junto com o... (a morena para abruptamente, ela não sabe se agora é a hora mais propícia pra desabafar)


A ruiva olha sério pra ela – Mione, eu sei que você está fugindo, eu sei que você não sabe como contar pra eles... Mas raciocine, você não pode esconder isso por muito tempo. Logo vai dar pra notar, já dá pra ver que seu corpo mudou. Eles podem até fazer um escândalo no primeiro momento, mas vão aceitar mesmo se você disser que foi a uma clínica de "inserimação" e que não tem a mínima idéia de quem seja o tal doador. Eles vão ficar chocados, mas eles te amam, vão acabar aceitando


Ah, Gina... (a amiga consegue balbuciar enquanto sente seus olhos se encherem de lágrimas) se você soubesse a confusão em que eu me meti


Você se arrependeu de ter feito o que fez? – a ruiva pergunta sem acreditar. Ela sabe que sua amiga é uma mulher muito decidida e segura de si e que nunca daria um passo tão importante sem ter absoluta certeza


Não, claro que não! (Hermione fala levando a mão ao ventre) eu quero este bebê mais do que tudo! Mas é... É complicado (ela enxuga uma lágrima com as costas da mão) não dá pra conversar agora, depois você passa lá em casa e eu te conto...


Ah não! (a ruiva retruca num tom que não admite recusa) eu vou levar você pra casa agora! Dá pra ver que você não está nada bem e não é apenas por causa do enjôo. A gente inventa uma desculpa, aliás não vamos nem precisar inventar, basta ver a sua cara que eles não vão colocar objeção


Gina ampara a amiga e as duas mulheres saem do banheiro


Me desculpe, Pandora (Hermione fala tentando consertar a situação) eu não devia ter vindo, eu não ando bem há alguns dias. Inclusive tirei uma folga e passei um tempo na casa dos meus pais, mas acho que não adiantou


Você está doente? Devia ir ao médico – a espanhola fala aparentando preocupação


Na verdade, eu fui – Hermione diz. O que não deixa de ser verdade. Ela realmente tem ido a suas consultas regularmente


E o que ele falou? – Harry pergunta


Passou algumas poções, me disse pra descansar e não me aborrecer (Hermione fala) e se eu sentisse qualquer coisa, que eu o procurasse


É bom você fazer isso – o ruivo fala


Eu vou levar a Mione pra casa (a ruiva diz, amparando a amiga) se ela não melhorar, eu mesma asseguro que ela vá ao médico


Desculpe por atrapalhar o jantar (a morena diz enquanto se despede, ela olha para os amigos) eu prometo que assim que isso tudo passar a gente conversa com calma. Eu tenho muita coisa pra contar, mas agora não é o momento, eu não estou em condições


Ela se despede e parte com a amiga


Mal Hermione atravessa a lareira, tem que correr novamente para o banheiro. Gina entra sem cerimônia e fala com a experiência de quem já passou por isso – o melhor que você tem a fazer é deixar vir e não lutar


A morena fecha os olhos e lhe parece que felizmente a náusea está passando – eu vou processar os autores de livros sobre gravidez que dizem que os enjôos são matinais


Eles são, na maioria das vezes (Gina retruca), mas não significa que não possa acontecer no decorrer do dia


Eu descobri isso da pior maneira possível – a morena geme


Mas vamos lá (Gina fala enquanto as duas saem do banheiro) eu vou fazer um chá pra esse enjôo e você conta o que aconteceu


Hermione suspira. Ela nem sabe direito como começar, mas uma coisa é fato, a morena está cansada de suportar tudo isso sozinha, mais do que nunca ela precisa de um ombro amigo. E ela sabe que mesmo que Gina não tenha concordado com o que ela fez, a ruiva é acima de tudo sua amiga e ela estará a seu lado aconteça o que acontecer.


Então ela respira fundo e conta o que vêm acontecendo nas últimas semanas


Após a narrativa, ela vê que o semblante da amiga está estupefato e que evidentemente a ruiva tem dificuldade de acreditar em tudo que ouviu


Você está brincando! – Gina consegue finalmente balbuciar


Hermione suspira – e você acha que eu brincaria com uma coisa dessas? Ou que pelo menos eu teria imaginação suficiente pra criar uma história assim?


Então o tempo que ele sumiu... – Gina fala ainda boquiaberta


Ele estava em tratamento (Hermione completa) eu não sei até que ponto os bruxos conhecem sobre essa doença, mas posso dizer que é grave e que no caso dele a descoberta precoce fez com que o tratamento desse certo


Mas porque ele procurou a clínica? – Gina fala tentando entender


O tratamento pode ter consequências, uma delas seria a infertilidade (Hermione explica) acho que o medo de não poder ter um herdeiro fez com que ele se sujeitasse a isso. Depois que ele se curou, pelo que eu pude perceber, ele pediu para destruírem o material. Mas alguém na clínica se enganou


E o resultado disso foi você ter engravidado do filho da doninha (a ruiva conclui, ela olha para Hermione) Poxa amiga, que confusão você foi se meter!


Por favor, (Hermione fala) não diga que me avisou


Gina suspira – eu não ia dizer, Mione. Embora isso seja verdade. E agora? O que você vai fazer? Essa situação não tem como ficar pior...


O pior é que tem... (Hermione fala desanimada) o Malfoy quer conviver com esse filho de qualquer jeito. Ele disse que crianças têm que ser criadas pelo pai e pela mãe (ela olha para a amiga) ele disse que o mais certo seria a gente se casar


Gina se engasga com o chá – eu não estou ouvindo isso! (a ruiva consegue balbuciar em meio à tosse)


Sim, você ouviu (Hermione suspira) você consegue imaginar o Malfoy chegando pra mim e me pedindo em casamento? Mesmo que seja desta maneira?


Isso é impossível, Mione (a ruiva retruca) acho que nem se ele tivesse sob império. Deve ser uma brincadeira de muito mal gosto


O pior é que não é (Hermione fala) ele falou várias coisas, que família é algo importante pra ele, que ele seria incapaz de abandonar um filho não importa como ele foi concebido, não importa quem fosse a mãe


Não me parece o Malfoy (a ruiva ainda insiste) isso não parece coisa daquele menino arrogante


Hermione fica em silêncio um minuto como se tivesse refletindo – ele quase morreu, Gina. Isso deve mexer com as convicções de uma pessoa de alguma forma... Veja a ironia do destino, você odeia tudo que é trouxa e de repente se vê com uma doença que atinge basicamente aos trouxas sendo obrigado a se submeter a um tratamento trouxa. Aí quando você acha que tudo acabou, você fica sabendo que uma mulher trouxa desconhecida vai ter um filho seu. Eu imagino como ele ficou e quando ele descobriu que a desconhecida era eu...


Ele deve ter enlouquecido (Gina conclui) é isso, Mione. Foi demais pra ele! O Malfoy pirou de vez!


Louco ou não (Hermione fala) o fato é que o filho que eu estou esperando é dele e ele já disse que vai se fazer valer dos seus direitos, ele disse que está disposto até mesmo a ir aos tribunais bruxos ou trouxas (ela fica em silêncio por um minuto lutando contra as lágrimas) eu não sei o que fazer, por mais que eu pense não vejo solução alguma...


Gina olha para a amiga. A ruiva ainda está tentando processar toda essa história estapafúrdia, se antes Gina estava preocupada com o fato de Hermione ainda não haver contado sobre a gravidez ao seu irmão e a seu marido, agora ela vê que a situação está mais complicada do que ela pensa. É verdade que a ruiva sempre achou que o bebê de Hermione deveria ter um pai. Mas... O Malfoy?


Hermione fica calada. Ela sabe que sua amiga deve estar tendo dificuldade em digerir tudo isso, pra falar a verdade ela mesma ainda não absorveu realmente toda a história, é como se fosse um maldito pesadelo do qual ela teima em não acordar – desculpe estragar o jantar (ela fala)


Eu sei como é isso (Gina sorri) não tem como prever, além disso, você tem problemas maiores do que estes enjôos


Hermione suspira desanimada – eu sei... E infelizmente não há resposta pra isso nos livros


Gina assente em concordância – vou deixar você descansar agora. Qualquer coisa me chama


Eu vou ficar bem, não se preocupe – Hermione fala enquanto a amiga se dirige à lareira. Sim, ela sabe que vai ficar bem no que diz respeito aos enjôos, mas... E o resto?




NOTA DA AUTORA


Sim, eu voltei! Não é nenhuma miragem! Eu realmente estou aqui! Já cheguei a alguns dias e a viagem foi ótima. Não atualizei antes porque tinha outras fics que estavam mais atrasadas


Espero que tenham gostado do capítulo. Vou fazer o possível pra não enrolar com o próximo. Só que pra variar estou com um probleminha. Meu note só está funcionando quando ele quer. Eu tenho um reserva e salvei este capítulo e alguns esboços, mas esse que estou usando é muito lento e também não está cem por cento. Estou resolvendo isso, mas se eu demorar já sabem o porquê.


Bjos e até o próximo e quem puder deixar uma palavrinha nem que seja pra dizer se ainda tem alguém lendo, vai me fazer muito feliz.


Feliz Natal e um 2013 repleto de realizações a todos nós!

Compartilhe!

anúncio

Comentários (7)

  • Diênifer Santos Granger

    Tipo, AMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAANDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    2014-04-08
  • H. Granger Malfoy

    E a fic fica cada vez melhor... Ta mtmmt bom, serio msm. Sebem que nesse capitulo nao apareceu o draco, adoro as discursoes entre esses dois.. Sera que a mione vai aceitar esse casamento? eu espero que essa crianca seja tao apixonante como o ryan de duas vidas e um destino, sinceramente aquela foi uma das melhores fics que eu aj li na vida! E essa ta caminhando pra isso tbm, sei q vc gosta de um draminha.. Entao sera q o draco vai voltar a ter a doença? Seria uma boa ver a mione tentando apoiar ele.. Podiam se apaixonar partir dai.. Enfim, sei que o que quer que vc tenha em mente vai deixar essa fic maravilhosa como tdas as suas outras. Entaao... Por favor, nao demora com oproximo capitulo se nao eu morro de ansiedade e beijo

    2013-01-30
  • Amanda luiza cunha cardoso

    Por favor posta mais a sua fic e ótima na verdade esta entre o ranking das minhas favoritas e olha que eu sou antipática quanto a issopor favor n demore bjs mandy 

    2013-01-15
  • Hellen Luisa

    Estou adorando sua fic *-------* a história está muito boa (:Não demore pra postar! 

    2012-12-27
  • Talita .o

    nossa ja faz um tempinho que não posta eim...mas tudo beme agora que a fic ta ficando emocionante =Dpor favor, não demora pra postar, bjuss 

    2012-12-23
  • Catii Tonks Lullaby

    lindo

    2012-12-21
  • Byanca

    quero mais *-----*

    2012-12-20
Você precisa estar logado para comentar. Faça Login.