Golpe de mestre



Alguns dias depois



Nada como um dia após o outro e bem ou mal, as coisas estão caminhando. Draco e Hermione, como era de se esperar, foram abordados várias vezes por pessoas que queriam fotos. Hermione no início ficava sem jeito e queria recusar, mas o loiro sempre sorria e dizia que seria um prazer. Eles também tiraram várias fotos juntos, em vários locais. A morena ficou curiosa a respeito do destino destas fotografias ao que Draco apenas sorriu e pediu que aguardasse.



Ela está esperando o loiro em uma lanchonete não muito conhecida. Mesmo tendo concordado em não se esconder o tempo todo, Hermione prefere encontrá-lo em locais mais reservados com a esperança de terem pelo menos alguns momentos de paz antes que as fotos comecem.



A morena está perdida em seus pensamentos quando ouve um sussurro, alguém a está chamando. Hermione levanta os olhos e vê uma mocinha que deve ser recém saída da escola.



- Pois não – ela diz enquanto reprime um suspiro – mas devo avisar que eles só pagam as fotos do casal.



- Oh, não! – a menina diz parecendo escandalizada – eu nunca faria isso. Deve ser terrível ter a sua privacidade invadida assim. Desculpe incomodar, mas eu queria te agradecer.



A morena olha curiosa para a menina. Definitivamente ela não está entendendo nada – como assim, me agradecer? – ela finalmente pergunta.



A mocinha parece meio sem jeito – eu queria agradecer pela entrevista que você e o senhor Malfoy deram. Eu terminei a escola esse ano e, bem... – ela baixa os olhos – eu era da grifinória e meu namorado da sonserina e nós sempre nos escondemos, sempre tivemos medo das pessoas não aceitarem...



- A rivalidade entre grifinória e sonserina não deve ser levada tão a sério – Hermione diz.



- É, eu sei... – a garota suspira desanimada – mas entre as nossas famílias e amigos sempre foi assim, então nós sempre nos escondemos, mas agora... – ela sorri – agora depois do que você e o senhor Malfoy disseram, nós resolvemos revelar tudo às nossas famílias. Eu sei que não vai ser fácil, mas eu tenho certeza que nosso amor vai superar – ela se levanta – eu devo ir agora. Lembranças ao senhor Malfoy e mais uma vez obrigada.



Assim que a jovem sai, o loiro chega. Ele encara Hermione de forma curiosa – uma aspirante a repórter ou alguém esperando para tirar uma foto nossa?



- Não – ela diz meio estarrecida ela – na verdade veio agradecer – ela encara o loiro cujo semblante é de curiosidade – ela disse que nossa entrevista deu a ela e ao namorado sonserino coragem para assumir o romance.



- Está vendo? – o loiro sorri – nem tudo é ruim. Nós servimos de exemplo para jovens apaixonados.



- Draco – ela suspira – você se lembra que nós nos envolvemos por um acaso do destino, não é? Que não houve romance algum.



- Detalhes – Draco diz enquanto toma a sua mão, ele pega uma câmera fotográfica e pede a alguém próximo para que tire algumas fotos deles.



A morena luta para não rolar os olhos, essa tem sido a atitude do loiro em várias ocasiões e por mais que ela pergunte o motivo, ele apenas sorri de modo enigmático e diz que em breve ela saberá...



XXXXX



Na casa dos Potters



Já faz algumas semanas que Rony se mudou para a casa da irmã e do amigo. Ele ainda não reuniu coragem para conversar com a esposa, o ruivo se conhece muito bem e sabe que se ele fizer isso com a cabeça quente, definitivamente o resultado não seria bom.



Ele ainda não consegue acreditar em tudo o que aconteceu. O ruivo ainda não acredita que a sua esposa só estava interessada no concurso promovido por Rita Skeeter. Se ela tivesse dado um ataque apenas pelo fato dele manter segredo, Rony até teria entendido, se fossem ciúmes pelo seu relacionamento com Hermione, ele não teria ficado tão chateado.



O ruivo se pega pensando que na verdade, ele não chegou a conhecer a sua esposa antes de pedi-la em casamento. Depois de dois dias de intensa paixão, as palavras simplesmente escaparam da sua boca e eles fizeram seus votos. Simples assim, sem festa, sem a presença da família ou dos amigos. Uma loucura, ele sabe, mas Rony nunca se arrependeu. Até o presente momento...



Ele não se sente preparado para encará-la ainda. O ruivo sabe que a conversa que terão será definitiva e ele não sabe se está preparado para o que virá...



XXXXX



Alguns dias depois



Hermione olha para os seus pés inchados. Agora está mais perto do que nunca e ela precisa admitir que está prestes a entrar em pânico. Draco fez com que ela prometesse não ler mais a respeito do parto, o loiro já percebeu que ela está ficando nervosa à medida que esta data se aproxima.



Somado a isso, tem o fato dela ter entrado de licença no trabalho. Seus problemas com a pressão, somados a insistência do loiro fizeram com que ela sucumbisse e ficasse em casa. Ela sabe que precisa se cuidar e que o bebê é a prioridade, mas o tédio de ficar sozinha em casa na maior parte do tempo definitivamente a aborrece.



Draco vem vê-la todos os dias e, verdade seja dita, o loiro está tendo uma paciência de santo com ela. Draco aguenta seu mau humor, suas crises de choro e tudo o que vem de sua parte estoicamente, e em nenhum momento ele reclama ou discute com ela. O que, é claro, a deixa mais furiosa ainda.



Falando no loiro, a sua figura aparece na lareira – tudo bem? – ele pergunta já acostumado com as mudanças de humor que Hermione vem enfrentando nesses últimos tempos.



- Sim – ela diz enquanto espera que ele saia, o que não acontece – você não vai sair? – ela pergunta.



- Na verdade, não – ele diz – eu vim pedir que você se arrume, pois nós precisamos ir a um lugar.



- Me arrumar? – ela questiona. Na verdade Hermione não está com a mínima vontade de se arrumar e muito menos de sair da sua casa neste momento – por que precisamos sair? Aonde vamos?



- Não posso dizer ainda – o loiro fala – em breve você saberá – ele diz enquanto sua imagem se desfaz em meio às chamas.



Hermione olha para as chamas da lareira. Quem ele pensa que é para me dar ordens assim? Ela diz para si mesma. Será que ele não sabe que é perigoso provocar uma mulher grávida e entediada?



Hermione se levanta pensando que deveria simplesmente ignorar o loiro, mas ela se conhece e sabe que está curiosa demais para fazer isso. Então ela suspira e vai trocar de roupa...



XXXXX



Na casa de Draco Malfoy



O loiro lê mais uma vez o pergaminho que recebeu pela manhã. Ele sabia que isso iria acontecer mais cedo ou mais tarde. Tudo está caminhado da forma que ele esperava, Draco agora acredita que finalmente ele e Hermione poderão esperar a chegada do seu bebê em paz.



Como um bom sonserino, Draco é uma pessoa que camufla seus sentimentos com perfeição, mas ele não pode negar para si mesmo que está apavorado. Dentro de poucas semanas seu filho virá ao mundo e o loiro admite que isso o apavora.



Ele às vezes se pega pensando se vai conseguir ser um bom pai a despeito da forma que foi criado. Não que tenha sido uma infância totalmente ruim, mas o loiro sabe que faltava alguma coisa. Sobravam regras e faltava afeto. Ele diz para si mesmo com uma certa tristeza e tal erro ele não vai cometer com seu filho, ele já se prometeu.



O loiro olha para o relógio. Já deve ter dado tempo de Hermione se arrumar. Ele pensa enquanto se prepara para sair...



XXXXXX



Na casa de Hermione



A morena anda de um lado para o outro pensando se deve ou não chamar Draco pela lareira e dizer que já está pronta. Quem ele pensa que é pra chegar aqui me dando ordens!



Hermione tem que admitir que seu humor não anda muito bom nas últimas semanas. Além do fato óbvio do parto estar se aproximando, ainda tem a sua pressão que a fez sair do trabalho mais cedo do que pretendia e como se não bastasse, existe ainda as intermináveis fotos que são tiradas todas as vezes que ela e Draco estão juntos.



A figura do loiro saindo da sua lareira interrompe seus pensamentos – vejo que você já está pronta – ele diz – você está linda – Draco completa tentando talvez amenizar a sua situação.



- Elogios não vão salvar a sua pele, Draco Malfoy – ela diz mal humorada – quem você pensa que é pra chegar aqui me dando ordens e depois sumir sem nenhuma explicação?



- Fique calma, mulher – o loiro diz sorrindo – eu só não quero estragar a surpresa, e você está mesmo linda – ele elogia mais uma vez – vamos?



A morena assente com a cabeça e se prepara para aparatar com Draco Malfoy e desta vez ela não reclama de aparatar com ele já que ela não tem a mínima ideia de para onde estão indo.



XXXXX



Na casa de Rony Weasley



Pandora olha para a lareira como faz todos os dias desde que seu marido saiu de casa. Ela não entende direito porque ele ficou tão furioso. Era um simples concurso e eu poderia ter ganhado. Ela fala para si mesma. Ele não entende o que é ficar em casa vivendo exclusivamente para o marido, sem amigos, sem um trabalho, sem nada que a distraia.



Ela não se arrepende, isso não. Desde o momento em que colocou os olhos no ruivo, Pandora soube que o queria, desde o primeiro instante que ela soube que não haveria nada no mundo que não fizesse para tê-lo, ela seria capaz de qualquer coisa para que Rony Weasley lhe pertencesse.



De uma coisa ela tem certeza. Rony Weasley lhe pertence e ela irá fazer o que for preciso para que ele volte a ser seu...



XXXXX



Mais tarde



Hermione olha para o loiro e para o local em que ambos se encontram. A morena costuma ser uma pessoa bem perspicaz, mas neste momento ela definitivamente não consegue entender o que se passa.



- Só mais um minuto – Draco diz contendo um sorriso, ele tem consciência que a sua atitude está deixando Hermione furiosa, mas o loiro não consegue resistir.



Antes que Hermione possa falar alguma coisa, eles são chamados, o loiro passa o braço protetoramente pela sua cintura e eles entram na sala do editor chefe do profeta diário.



- Senhor Malfoy, senhorita Granger – o editor os cumprimenta e faz sinal para que se acomodem. Hermione vê que além dele se encontram mais duas pessoas na sala. Um homem desconhecido e a famigerada repórter Rita Skeeter que neste momento não está com a sua costumeira postura arrogante. Ao contrário, a mulher parece muito desconcertada.



- Bem, senhor Malfoy – o homem desconhecido se apresenta como advogado do jornal e começa – o senhor pode me explicar por que nós estamos recebendo toneladas de fotos suas e da senhorita Granger na redação do profeta diário? – ele começa e o loiro pode perceber que apesar do seu tom um pouco agressivo, ele se encontra desconcertado.



- Eu penso que essa pergunta deveria ser feita por mim – o loiro diz com ironia – ah, é mesmo. Há um concurso pedindo fotos do casal que foi publicado no seu jornal se não me engano, e se eu não me engano também eu não enviei nenhuma foto – ele olha para Hermione – você por acaso enviou?



- Eu? É claro que não! – Hermione diz estupefata. Ela não está entendendo nada definitivamente, mas pela cara do loiro, Hermione pode dizer que ele aprontou alguma.



- Pois é – Draco continua – nenhum de nós enviou qualquer coisa para este jornal e se os senhores observarem as correspondências, não verão nenhuma com o meu nome ou o da senhorita Granger.



É evidente que eles não assinariam! – a voz de Rita Skeeter se faz ouvir e Hermione pode notar que ela está mais assustada e estridente do que o normal – isso é coisa deles, eu tenho certeza!



-Deixe-me entender... – Draco assume um tom frio – vocês receberam cartas com as minhas fotos e da minha namorada, exatamente como foi pedido – ele frisa essa parte – pelo seu jornal e estão dizendo que fui eu quem enviou? – ele espera um momento – porque se for isso eu vou solicitar que vocês provem e acionar meus advogados para um processo de calúnia e difamação – ele respira fundo e dá um olhar gélido a repórter e outro ao editor chefe – isso sem falar na comoção que este concurso está gerando nas nossas vidas – ele olha para Hermione que assente com a cabeça.



- Veja bem, senhor Malfoy – o editor chefe diz – nós estamos recebendo toneladas de fotos do casal e bem – ele parece desconcertado agora – o jornal se comprometeu a dar um ano de assinatura grátis para todas as fotos inéditas. Nós não temos condições...



- Então o senhor está querendo dizer que o jornal não vai honrar o que prometeu? – ele diz contendo a custo o sorriso – isso pegaria muito mal para os seus leitores.



- Isso é culpa sua! – a repórter perde a compostura – se você não estivesse enviando as fotos, o jornal não teria esse problema!



- Senhorita... – Draco Malfoy olha para a repórter. Ele não altera a voz, mas seu tom frio e controlado é igualmente perigoso – eu já disse ao seu superior que conforme ele pode verificar, não há meu nome em nenhuma das fotos e insistir nisso não é muito inteligente – ele faz uma pausa – mas suponho que a senhorita não poderia imaginar que receberiam tantas fotos, suponho que a senhorita achou que eu e a minha namorada iríamos nos esconder como dois fugitivos enquanto éramos perseguidos e agora o jornal está tendo problemas para cumprir o que a senhorita prometeu – ele olha para o editor chefe – provavelmente com a anuência do seu chefe.



- Veja bem, senhor Malfoy – o advogado começa a dizer, mas é interrompido pelo loiro.



- Veja bem o senhor! – Draco o encara – nós já aguentamos os ataques desta mulher por tempo demais! Se o que o jornal quer são fotos, vocês terão muito mais e terão que dar a todos uma assinatura anual grátis, como foi prometido. E eu suponho que o jornal não consiga funcionar sem leitores pagantes. Eu posso garantir que cada leitor do jornal consiga a sua assinatura grátis e só questão de tempo!



- O senhor precisa entender que isso iria falir o jornal – o editor diz e agora é possível ver o desespero em sua voz.



- Eu deveria me preocupar? – o loiro diz sarcasticamente – talvez, mas infelizmente eu preciso me preocupar com o bem estar da minha família, com o sossego da minha namorada e com o bebê que está por vir. Então me desculpem se eu não me solidarizo com os problemas do seu jornal.



- Por favor, senhor Malfoy. Deve ter alguma coisa que a gente possa fazer – o editor chefe fala enquanto olha para ele e para a repórter que está pálida e calada neste momento.



- Bem – Draco finge pensar por um minuto – talvez se o concurso for encerrado as fotos parem de chegar...



- Eu não vou fazer isso! É um absurdo! – a repórter vocifera – os jornais estão vendendo como nunca, a coluna é um sucesso.



- Eu temo que dentro de algum tempo, os jornais estarão sendo dados e não vendidos – o loiro diz ironicamente. Ele encara o editor – eu cansei desta brincadeira! Agora o concurso não apenas será cancelado, como a coluna vai publicar um pedido de desculpas e solicitar aos leitores que nos deixem em paz para que possamos esperar a chegada do bebê, caso contrário eu terei o maior prazer em continuar cedendo nossas fotos e proporcionando assinaturas grátis deste jornal.



Hermione olha para o loiro. Ela tem que admitir que Draco tomando o controle da situação é algo muito sexy. Ela pensa e se recrimina mentalmente por ter tal pensamento. São os hormônios, Hermione. Ela fala para si mesma enquanto não contém um sorriso ao ver que a famigerada repórter se encontra a beira de um colapso.



O editor chefe fica em silêncio por alguns instantes. Ele olha para a repórter que parece a ponto de ter uma síncope, em seguida para o advogado que se manteve em silêncio, ele faz um meneio discreto com a cabeça – tudo bem, senhor Malfoy – o editor diz com um suspiro – amanhã haverá uma nota dizendo que o concurso está encerrado e solicitando que as fotos parem.



- Uma nota não, uma manchete – Hermione que até então estava calada se pronuncia – afinal se o concurso foi iniciado com uma manchete, nada mais justo que ele termine com uma, não é mesmo?



Draco olha para a morena e sorri. Ele poderia beijá-la neste momento e ele só não o faz porque sabe que isso talvez fosse estampar a primeira página do jornal – bem pensado, querida – ele diz enquanto toma a sua mão – nós não temos mais nada a tratar, estes são os nossos termos. Vamos agora – o loiro fala para Hermione – creio que devemos dar um longo passeio. Nunca se sabe quando teremos que atender aos nossos ardorosos fãs e gentilmente posarmos para mais fotos.



Então o casal sai sem olhar pra trás...





NOTA DA AUTORA



Postagem na velocidade da luz pra vocês! Muitos nem devem estar acreditando que o capítulo já está aqui. Encarem isso como uma forma de me redimir pelo tempo que fiquei distante. Mas devo dizer pra não se acostumarem, estou ralando igual uma condenada para me habituar ao esquema de ministrar aulas online durante a pandemia, fazendo cursos, vendo vídeos, reuniões virtuais com a escola, produção de material. Enfim, muita coisa que eu nunca fiz e estou precisando aprender na marra, então o próximo capítulo não deve sair com a mesma rapidez embora eu possa afirmar que também não vai demorar meses.



Mas vamos ao capítulo, espero que tenham gostado. A fic está entrando em sua reta final, não sei quantos capítulos faltam, mas não devem ser muitos. Quem puder deixar uma palavrinha vai me fazer muito feliz



Bjos e até o próximo. E quem puder fique em casa! Se cuidem


Compartilhe!

anúncio

Comentários (1)

  • Renata Alvarenga

    Adorei a idéia do Draco, loiro esperto. Hermione ficando cada dia mais caidinha por ele... Adorando tudo.

    2020-06-12
Você precisa estar logado para comentar. Faça Login.