Uma Semana na Cama de Harry P.




Nome:
 Uma Semana na Cama de Harry Potter
Autor: Edilma Morais 
Capitulos: 8
Status: Concluída 
Tipo 1: Romance 
Censura: NC16/17 - Imprópria para Menores de 16 Anos
Sinopse:
Hermione Granger era uma jovem herdeira, apaixonada por seu melhor amigo Harry Potter, mesmo aos vinte e cinco anos, Hermione ainda era virgem e detestava a situação. Hermione faria qualquer coisa para que seu sensual amigo olhasse para ela como mulher, ela daria tudo o que tinha para isso, até mesmo a ilha que herdara do tio, ilha esta que tanto Harry Potter como seu ex-noivo Ronald Wesley queriam muito.

Previa:

― Harry não é mulherengo! ― protestou Hermione.

― Meu bem, não precisa admitir que não consegue ficar atualizada com a velocidade com a qual Harry troca de companhia ― declarou Ronald em tom conciliatório.

Isso não significava, em absoluto, que Hermione se sentisse apaziguada.

― Por que motivo ela faria isso, meu filho? ― perguntou a sra. Weasley.


A Irritação de Hermione se transformava em fogo alto.

― Minha sobrinha consegue coisa melhor do que isso ― afirmou tia Ema, com um olhar significativo para Ronald.

O tênue fio que continha o temperamento de Hermione sob um controle razoável, rompeu-se.

― Eu daria minha herança apenas para que Harry Potter reparasse no fato de que sou mulher ― afirmou ela, imprudentemente, ignorando a voz interna que lhe aconselhava parar por ali. ―Eu daria tudo o que possuo para passar uma semana na cama dele.

Os lábios de tia Ema se moveram, fechando e abrindo vagarosamente, numa espécie de espasmo, sem que, contudo, qualquer som fosse emitido. Seus olhos se focalizaram num ponto acima dos ombros de Hermione, e ela começou a abanar as mãos em frente ao rosto, como se estivesse acalorada. Ronald parecia ter acabado de engolir um peixe vivo e inteiro. Os lábios da sra. Weasley estavam encolhidos, como se ela tivesse acabado de chupar um limão azedo, e permaneceram selados. Ótimo. Pelo menos ela conseguira calar a boca dos dois.

― Eu sei muito bem que você é mulher.

Ela escutou a voz atrás dela, e tudo em sua mente queria negar o fato de saber a quem pertencia, e ao significados das palavras. Ainda eu o timbre profundo não pudesse ser confundido, era impossível ignorar que sentia a presença de Harry bem próximo.

Foi necessária toda a sua coragem para voltar-se e encará-lo, depois do que dissera. Na acompanhante, não queria nem pensar. Quase soltou um suspiro de alivio ao reparar que ele estava sozinho. Já era humilhante que tivesse escutado todas as suas palavras, como dera a entender pela observação do cômico de seu discurso, mas ter aquela loira envolvida naquele momento de vulnerabilidade seria embaraçoso.

Primeiro sentiu o rosto afogueado, depois sentiu calafrios ao encontrar o olhar dele.

― Boa noite, Harry.

― Não preciso de estímulo nenhum, e muito menos de sua pensão, para reconhecer que você é mulher ― disse ele, com um sorriso formal.
...
― Está pronta?

O fato de que se tocassem a perturbou intensamente, e ela permaneceu ali, como se hipnotizada e presa ao olhar dele. Desde o tempo que se desligara de Ronald, mesmo na época em que saíam juntos para fazer companhia um ao outro, jamais haviam se tocado.

― Como assim? Pronta para quê? ― balbuciou ela.

― Você acaba de dizer que daria tudo para passar uma semana em minha cama. Concordo, mas não quero tudo, não sou ganancioso. Aceito a escritura da ilha Luna.

Link da fanfic:
http://fanfic.potterish.com/menufic.php?id=20335 

Compartilhe!

anúncio

Comentários (0)

Não há comentários. Seja o primeiro!
Você precisa estar logado para comentar. Faça Login.