A verdade tem de ser dita



Amigo,



Os verdadeiros amigos do peito, de fé, os melhores amigos



Não trazem dentro da boca palavras fingidas ou falsas histórias



Sabem entender o silêncio e manter a presença mesmo quando ausentes



 



Hermione aparantou em um de seus lugares favoritos no mundo a Toca , a casa onde seu marido nascera e passara toda sua infância , e aonde ela também havia sido muito feliz, o cheiro familiar trouxe consigo um turbilhão de emoções , fora  exatamente ali onde se encontrava que ela havia selado seus votos de casamento e jurado amor eterno ao homem de sua vida, atravessou o jardim descuidado  com a grama por aparar e se dirigiu até a porta da cozinha,  subiu os degraus  de pedra  e bateu na porta.



Podia ouvir passos vindos do ambiente , não demorou muito alguém abriu a porta, era Molly mãe de seu falecido esposo,  uma senhorinha de aparência gorducha e olhos bondosos.



-Hermione querida que bom vê-la ,disse a sra lhe dando-lhe um abraço acolhedor.



-Olá sra Weasley  é muito bom vê-la também , desculpe não ter vindo antes, realmente queria visitá-la mas confesso não consegui. 



Imagina querida, eu compreendo perfeitamente, sente-se beba um chá comigo.



-Está bem, a garota entrou na cozinha aconchegante e sentou-se em uma das cadeiras defronte a senhora, onde estão todos?



Arthur está no ministério e Gina está no banho, ela ficará tão feliz em vê-la. Ainda ontem segredou-me que gostaria de visitá-la, mas aconselhei que esperasse mais um pouco.



Mãe ouvi vozes! Disse Gina adentrando o local com uma toalha enrolada nos cabelos. Mione que surpresa.



Olá Gina, gostaria de poder conversar  um pouco com você a sós se for possível? É claro, venha vamos até o meu quarto falaremos mais a vontades la.



O quarto de Gina se localizava  no primeiro andar da casa, era um local pequeno, mas brilhante, tinha vista para o pomar e as paredes eram decoradas com cartazes dos Weird Sisters e da capitã do Harpias de Holyhead, Guga Jones.



 Hermione Granger conhecia bem aquele lugar,  era la que ficava quando se hospedava nos Weasley durante as ferias escolares , passará bons momentos com Gina ali , conversavam até tarde da noite e compartilhavam segredos, lembrava-se de quando a amiga confessou seu amor por Harry e de como ela aconselhou-a a seguir em frente, ser mais espontânea e assim quem sabe Harry poderia enxergá-la com outros olhos , e foi exatamente o que aconteceu Hermione vibrou muito quando os dois finalmente se acertaram ,mas veio a guerra e Harry por algum motivo heroico e burro acabou terminando o namoro, achava que depois, de que tudo passase os dois finalmente ficariam juntos como ela e Rony mais não foi o que aconteceu Harry termionou de vez o namoro e se recusava terminentemente a tocar no assunto .



Gina aguardou pacientemente até  que Hermione estivesse pronta para lhe revelar os motivos que a trouxeram ali. 



Rony voltou , soltou a morena sem conseguir conter as lágrimas.



Gina olhou-a de maneira inquisitiva, obviamente a coitada estava perdendo o juízo, tentou ser gentil dando-lhe  pequenas palmadinhas em suas costas até que a amiga se acalmasse. Com muito custo, Hermione retirou o envelope com as cartas de sua bolsa e as mostrou-lhe.



UAU- foi tudo o que a ruiva conseguiu dizer, era difícil de acreditar que seu irmão em estado terminal fora capaz de fazer aquilo , apenas para que a mulher pudesse ter algo em que ancorar quando ele finalmente estivesse partido, definitivamente não era do feitio de Rony fazer algo do tipo pelo menos não sozinho, honestamente Mione estou sem palavras , Harry sabe algo sobre isso ? Imagino que Rony tenha contado com a ajuda dele, não é? 



Hermione sentia-se estúpida por não ter pensado naquela possibilidade, sequer passará por sua cabeça de que  alguém além de rony pudesse estar envolvido com a questão das cartas, e sim faria todo sentido esta pessoa ser Harry, você tem falado com ele ultimamente, tem notícias dele?



Gina riu ironicamente sim é  claro eu e meu ex-namorado temos um ótimo relacionamento , na verdade ele me coloca  a par de cada passo que dá em sua vida ,ok desculpa, não quis ser grosseira  com você.(a ruiva ainda não tinha superado muito bem o fim do namoro). George disse que ele esteve na loja com Ted, ele parecia bem, não havia nenhum indicio de que ele esteve fazendo algo de idiota ou perigoso. Mas soube que ele havia subido de cargo no ministério, algo  relacionado a poder ser um auror de verdade.



 Ele passou no teste? Mas desde quando? Ele tem se preparado? Ele não me disse nada.



 Hermione desculpe-me  pelo que irei dizer, mas sejamos francas a quanto tempo você não faz mais parte da vida dele? Nestes últimos tempos você tem vivido somente para meu irmão, quer dizer logo após a guerra você e Ron foram morar juntos construir a vida de vocês dois juntos; e Harry nesse meio tempo esteve juntando os caquinhos que restaram de sua vida, ele ajudou na construção de Hogwarts, comprou uma casa e cuida de Ted como se fosse o próprio pai do menino, terminou os estudos,  e entrou para o ministério, tudo isso com seus próprios métodos e esforços. E  alguma vez você se deu ao trabalho de se preocupar em como ele está. 



Em algum momento você o viu reclamar, ou se lamentar? E no momento em que meu irmão esteve mal, coincidiu com a mesma época de provas para auror, e bem ele esteve com vocês seja de dia ou à noite, era notável de que ele estava esgotado sabe perfeitamente como são estas provas, é necessário ter muito conhecimento em feitiços, dominar perfeitamente as artes defensivas, ser ótimo em encantamentos.  Por favor, não o julgue por ele ter se afastado, é meio ridículo o fato de estar sendo tão egoísta. Você age como se o Harry fosse alguma propriedade sua e que está disponível a todo momento em que desejar .



Não seja injusta gina é claro que não penso assim , tem acontecido tantas coisas nos últimos tempos, é claro que me preocupo com Harry, e de repente passou-lhe pela mente a briga que tiveram mêses atrás , não era exactamente isso que o amigo lhe dissera , seria ela tão egoísta a ponto de sequer perceber o que estava diante de seus olhos, com uma pontada de culpa e vergonha  Hermione Finalmente  entendeu o que deveria fazer. Despediu-se de gina agradecendo aos deuses por ter uma amiga como aquela.



 


Compartilhe!

anúncio

Comentários (0)

Não há comentários. Seja o primeiro!
Você precisa estar logado para comentar. Faça Login.